Etiqueta: ze

O Zé vai desconfinar

Pela primeira vez nos últimos quatro meses, o Zé não acordou com o som de parede a ser perfurada, devido às obras do andar de baixo que decorreram durante toda a época do desconfinamento. Depois de cento e vinte dias de cárcere, nos quais ouviu, dia e noite, todo o tipo de sons encantadores oriundos…

Por Francisco Ramalheira Agosto 9, 2020 0

O Zé e a passagem de ano

O Zé, enquanto ser simples que tem na arte de encher o bandulho uma das suas maiores alegrias, fica plenamente satisfeito caso a passagem de ano seja efetuada dentro de portas, enchendo a pança com os mais variados víveres, devidamente regados por bebidas que entorpecem gostosamente os sentidos. Por isso, o Zé queria passar a…

Por Francisco Ramalheira Janeiro 1, 2020 0

O Zé vai à oficina

O Zé acordou feliz, como há muito não acontecia. Quase que poderia jurar que conseguia ouvir o alegre e melodioso chilrear dos passarinhos, embora a única bicharada que habitava no seu T0 fossem as amáveis melgas e as simpáticas moscas e não houvesse arvoredo num raio de vários quilómetros, impossibilitando assim a existência de passarada.…

Por Francisco Ramalheira Novembro 16, 2019 0

O Zé vai aos Santos Populares

Há uma coisa que o Zé odeia com todas as suas forças: os Santos Populares. Embora, como qualquer bom tuga, seja um apreciador de uma boa e gordurosa sardinha, o Zé dispensa o simpático peixe caso a sua ingestão implique andar em ruas apinhadas de gente suada, num roça-roça constante e pouco prazeroso, pisando solos…

Por Francisco Ramalheira Junho 7, 2019 0

O Zé vai ao Ikea

O fim-de-semana para o Zé tem uma Santíssima Trindade da qual ele é um crente devoto e não prescinde: ver o Benfica, vegetar durante longas horas no sofá com uma jola na mão enquanto um fio de espessa baba lhe escorre pelo queixo e não ir a locais de comércio nos quais a sua distinta…

Por Francisco Ramalheira Maio 25, 2019 0

O Zé vai a um restaurante vegetariano

O Zé não queria acreditar no que os seus olhos cansados estavam a ver. Avidamente, perscrutou a ementa de uma ponta à outra, na ânsia de encontrar um singelo prato que contivesse um nico de carne. Não encontrou. Desanimado e sentindo-se profundamente traído, teve de se render às evidências: — Maria, viemos a um restaurante…

Por Francisco Ramalheira Abril 19, 2019 0

O Zé e o Dia dos Namorados – Parte II

Foi com uma alegria juvenil que Maria abriu a porta do velho prédio onde morava, saltitando jovialmente as escadas até ao terceiro andar. Enquanto trauteava a alegre melodia que tocou no seu casamento, rodou a chave e entrou em casa, ansiando por ver o corpo do marido enfiado num elegante fato, pronto para a receber…

Por Francisco Ramalheira Fevereiro 15, 2019 0

O Zé vai ao ginásio

Tal como tantas almas imbuídas pelo espírito de renovação que o Ano Novo nos traz, o Zé decidiu que iria fazer mais desporto. Já não havendo condições para jogar à bola com regularidade, resolveu inscreveu-se no ginásio no início de janeiro. Nos primeiros tempos, estava moderadamente entusiasmado, cometendo a loucura de ir 2 ou 3…

Por Francisco Ramalheira Fevereiro 10, 2019 0

O Zé vai às finanças

Depois de um longo e extenuante dia de trabalho, o Zé chegou finalmente à sua humilde habitação. Entrou no prédio e as suas narinas foram automaticamente violadas por um intenso odor que misturava animal molhado, naftalina e aftershave barato. O senhor Anastácio levou o seu Lulu à rua há pouco tempo, concluiu. Como era costume,…

Por Francisco Ramalheira Dezembro 13, 2018 0

O Zé vai trabalhar

Estava uma manhã de segunda-feira fria e chuvosa. Depois de uma muito agradável travessia de comboio – na qual teve a oportunidade de se roçar no lombo de meia cidade – o Zé chegou nervoso e apreensivo ao trabalho. Antevia-se um dia comprido, pois iria ter de entregar o relatório final com a síntese das…

Por Francisco Ramalheira Dezembro 1, 2018 0